lccomunic
 

(55) 99613-0941 Whats / Telegram

Deseja receber novidades da web e da LC ? Então faça parte da nossa lista VIP

* campo obrigatório
Respeitamos sua privacidade, seu cadastro poderá ser removido a qualquer momento.

Notícias

Novidades na web, tecnologia e informativos da LC

Novidades da web / Publicado dia 11/09/2017 as 15:56 Hrs.

Google entra com recurso para não pagar multa de R$ 9 bilhões na Europa

O Google não vai aceitar numa boa a multa de cerca de R$ 9 bilhões que recebeu por manipular resultados de busca na Europa.

De acordo com a Reuters, a empresa decidiu apelar contra a decisão da União Europeia.
 
 
No final de junho, a União Europeia anunciou uma multa recorde de quase R$ 9 bilhões para o Google por causa da sua estratégia de exibição de resultados de buscas por produtos: o Google dava preferência para o seu próprio serviço de comparação de preços nas suas páginas de buscas, o que foi considerado pela União Europeia como uma forma de dificultar a concorrência.
 
 
"A estratégia do Google para seu serviço de comparação de preços não estava apenas atraindo clientes com a criação de produtos que fossem melhores que os dos concorrentes. Em vez disso, o Google abusou da sua dominância de mercado como um mecanismo de busca ao promover seu próprio serviço de comparação de preços nos resultados das pesquisas e rebaixando os de competidores," disse, em nota, a comissária Margrethe Vestager, da União Europeia.
 
 
A intenção de entrar com recurso contra a decisão já tinha sido manifestada na época que a condenação foi divulgada. O Google diz que a comissão que analisou o caso não levou em consideração os benefícios que a abordagem da empresa leva aos consumidores.
 
 
Ao The Next Web, comissários da União Europeia não comentaram sobre a possibilidade do Google reverter a decisão, apesar de reconhecerem que o recurso da empresa era óbvio. "A multa vai continuar e vai aumentar se as ações do Google não forem satisfatórias e não restaurarem princípios não-discriminatórios", explicou Umberto Gambino, que está no caso desde 2012.
 
Fonte: https://olhardigital.com.br/pro/noticia/google-entra-com-recurso-para-nao-pagar-multa-de-r-9-bilhoes-na-europa/70988 / Foto: Reprodução / Por DANIEL JUNQUEIRA